Aos leitores!

SEJA UM PATROCINADOR DO SITE MANUFOTOS PHOTOGRAPHER: ACEITAMOS DONATIVOS EM QUALQUER VALOR OU QUALQUER UM DESTES AO LADO R$ 0,10 - 0,50 - 1,00 - 10,00 - 100,00 - U$$,

quinta-feira, 26 de março de 2009

Tempo de Meditação - Genesis cap 3,4

Gênesis 3:1-24

1 Ora, a serpente mostrava ser o mais cauteloso de todos os animais selváticos do campo, que Jeová Deus havia feito. Assim, ela começou a dizer à mulher: “É realmente assim que Deus disse, que não deveis comer de toda árvore do jardim?” 2 A isso a mulher disse à serpente: “Do fruto das árvores do jardim podemos comer. 3 Mas, quanto [a comer] do fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse: ‘Não deveis comer dele, não, nem deveis tocar nele, para que não morrais.’” 4 A isso a serpente disse à mulher: “Positivamente não morrereis. 5Porque Deus sabe que, no mesmo dia em que comerdes dele, forçosamente se abrirão os vossos olhos e forçosamente sereis como Deus, sabendo o que é bom e o que é mau.”

6 Conseqüentemente, a mulher viu que a árvore era boa para alimento e que era algo para os olhos anelarem, sim, a árvore era desejável para se contemplar. De modo que começou a tomar do seu fruto e a comê-lo. Depois deu também dele a seu esposo, quando estava com ela, e ele começou a comê-lo. 7 Abriram-se então os olhos de ambos e começaram a perceber que estavam nus. Por isso coseram folhas de figueira e fizeram para si coberturas para os lombos.

8 Mais tarde ouviram a voz de Jeová Deus que andava pelo jardim, por volta da viração do dia, e o homem e sua esposa foram esconder-se da face de Jeová Deus entre as árvores do jardim. 9 E Jeová Deus chamava o homem e dizia-lhe: “Onde estás?” 10 Por fim, ele disse: “Ouvi a tua voz no jardim, mas tive medo, porque estava nu, e por isso me escondi.” 11 A isso ele disse: “Quem te informou que estavas nu? Comeste da árvore de que te mandei que não comesses?” 12 E o homem prosseguiu, dizendo: “A mulher que me deste para estar comigo, ela me deu [do fruto] da árvore e por isso comi.” 13 Com isso, Jeová Deus disse à mulher: “Que é que fizeste?” A que a mulher respondeu: “A serpente — ela me enganou e por isso comi.”

14 E Jeová Deus passou a dizer à serpente: “Porque fizeste isso, maldita és dentre todos os animais domésticos e dentre todos os animais selváticos do campo. Sobre o teu ventre andarás e pó é o que comerás todos os dias da tua vida. 15 E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre o teu descendente e o seu descendente. Ele te machucará a cabeça e tu lhe machucarás o calcanhar.”

16 À mulher ele disse: “Aumentarei grandemente a dor da tua gravidez; em dores de parto darás à luz filhos, e terás desejo ardente de teu esposo, e ele te dominará.”

17 E a Adão ele disse: “Porque escutaste a voz de tua esposa e foste comer da árvore a respeito da qual te ordenei, dizendo: ‘Não deves comer dela’, maldito é o solo por tua causa. Em dor comerás dos seus produtos todos os dias da tua vida.18 E ele fará brotar para ti espinhos e abrolhos, e terás de comer a vegetação do campo. 19 No suor do teu rosto comerás pão, até que voltes ao solo, pois dele foste tomado. Porque tu és pó e ao pó voltarás.”

20 Depois disso, Adão chamou a sua esposa pelo nome de Eva, porque ela havia de tornar-se a mãe de todos os viventes. 21 E Jeová Deus passou a fazer vestes compridas de peles para Adão e para a sua esposa, e a vesti-los. 22 E Jeová Deus prosseguiu, dizendo: “Eis que o homem se tem tornado como um de nós, sabendo o que é bom e o que é mau, e agora, a fim de que não estenda a sua mão e tome realmente também [do fruto] da árvore da vida, e coma, e viva por tempo indefinido —” 23 Com isso, Jeová Deus o pôs para fora do jardim do Éden para lavrar o solo de que tinha sido tomado. 24 E expulsou assim o homem, e colocou ao oriente do jardim do Éden os querubins e a lâmina chamejante duma espada que se revolvia continuamente para guardar o caminho para a árvore da vida.

Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas

InícioCapítulo anteriorPróximo capítulo


Gênesis 4:1-26

1 Adão teve então relações com Eva, sua esposa, e ela ficou grávida. A seu tempo, ela deu à luz Caim e disse: “Produzi um homem com o auxílio de Jeová.” 2 Mais tarde deu novamente à luz, seu irmão Abel.

E Abel tornou-se pastor de ovelhas, mas Caim tornou-se lavrador do solo. 3 E sucedeu, ao fim de algum tempo, que Caim passou a trazer alguns frutos do solo como oferenda a Jeová. 4 Mas, quanto a Abel, ele também trouxe dos primogênitos do seu rebanho, sim, dos seus pedaços gordos. Ora, ao passo que Jeová olhava com favor para Abel e para sua oferenda, 5 não olhava com favor para Caim e para sua oferenda. E acendeu-se muito a ira de Caim, e seu semblante começou a descair. 6 Então Jeová disse a Caim: “Por que se acendeu a tua ira e por que descaiu o teu semblante? 7 Se te voltares para fazer o bem, não haverá enaltecimento? Mas, se não te voltares para fazer o bem, há o pecado agachado à entrada e tem desejo ardente de ti; e conseguirás tu dominá-lo?”

8 Depois, Caim disse a Abel, seu irmão: [“Vamos ao campo.”] Sucedeu, pois, enquanto estavam no campo, que Caim passou a atacar Abel, seu irmão, e o matou. 9 Mais tarde, Jeová disse a Caim: “Onde está Abel, teu irmão?”, e ele disse: “Não sei. Sou eu guardião de meu irmão?” 10 A isto ele disse: “Que fizeste? Escuta! O sangue de teu irmão está clamando a mim desde o solo. 11 E agora, maldito és, banido do solo, o qual abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue de teu irmão. 12 Quando lavrares o solo, não te dará de volta seu poder. Tornar-te-ás errante e fugitivo na terra.” 13 A isto Caim disse a Jeová: “Minha punição pelo erro é grande demais para suportar. 14 Eis que neste dia realmente me expulsas da superfície do solo e ficarei escondido da tua face; e tenho de tornar-me errante e fugitivo na terra, e é certo que quem me achar me matará.”15 Então Jeová lhe disse: “Por esta causa, quem matar a Caim terá de sofrer vingança sete vezes.”

E Jeová estabeleceu assim um sinal para Caim, a fim de que não fosse golpeado por aquele que o achasse. 16 Com isso, Caim foi embora de diante da face de Jeová e foi morar na terra da Fuga, ao leste do Éden.

17 Caim teve depois relações com a sua esposa, e ela ficou grávida e deu à luz Enoque. Empenhou-se então em construir uma cidade e como nome deu à cidade o nome de seu filho Enoque. 18 Mais tarde nasceu Irade a Enoque. E Irade tornou-se pai de Meujael, e Meujael tornou-se pai de Metusael, e Metusael tornou-se pai de Lameque.

19 E Lameque passou a tomar para si duas esposas. O nome da primeira era Ada e o nome da segunda era Zilá. 20 A seu tempo, Ada deu à luz Jabal. Ele mostrou ser o fundador dos que moram em tendas e têm gado. 21 E o nome do seu irmão era Jubal. Ele mostrou ser o fundador de todos os que manejam a harpa e o pífaro. 22 Quanto à Zilá, ela também deu à luz Tubalcaim, forjador de toda sorte de ferramenta de cobre e de ferro. E a irmã de Tubalcaim era Naamá. 23 Por conseguinte, Lameque compôs estas palavras para as suas esposas Ada e Zilá:

“Ouvi a minha voz, ó esposas de Lameque;

Dai ouvidos à minha declaração:

Matei um homem por contundir-me,

Sim, um jovem, por dar-me uma pancada.

24 Se Caim há de ser vingado sete vezes,

Então Lameque setenta vezes e sete.”

25 E Adão passou a ter novamente relações com a sua esposa, de modo que ela deu à luz um filho e chamou-o pelo nome de Sete, porque, segundo ela disse: “Deus designou outro descendente em lugar de Abel, visto que Caim o matou.” 26E a Sete nasceu também um filho e ele passou a chamá-lo pelo nome de Enos. Naquele tempo se principiou a invocar o nome de Jeová.

Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas

InícioCapítulo anteriorPróximo capítulo

Um comentário:

bloguedomonstro disse...

Olá amigão,

vim retribuir e agradecer a visita além desejar tudo de bom a você.
abração,

Monstro

Ocorreu um erro neste gadget
 
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow: