Aos leitores!

SEJA UM PATROCINADOR DO SITE MANUFOTOS PHOTOGRAPHER: ACEITAMOS DONATIVOS EM QUALQUER VALOR OU QUALQUER UM DESTES AO LADO R$ 0,10 - 0,50 - 1,00 - 10,00 - 100,00 - U$$,

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Tempo de meditação Genesis cap 21,22

Gênesis 21:1-34
1 E Jeová voltou a sua atenção para Sara, assim como dissera, e Jeová fez, pois, a Sara assim como falara. 2 E Sara ficou grávida e então deu à luz um filho a Abraão, na velhice dele, no tempo designado de que Deus lhe falara. 3 Concordemente, Abraão deu o nome de Isaque ao filho que lhe nascera, que Sara lhe dera à luz. 4 E Abraão passou a circuncidar Isaque, seu filho, aos oito dias de idade, assim como Deus lhe mandara. 5 E Abraão tinha cem anos de idade quando lhe nasceu Isaque, seu filho. 6 Sara disse então: “Deus me preparou riso: todo aquele que ouvir isso há de rir de mim.” 7 E acrescentou: “Quem teria enunciado a Abraão: ‘Sara há de amamentar filhos’, sendo que tenho dado à luz um filho na sua velhice?”
8 Ora, o menino crescia e veio a ser desmamado; e Abraão preparou então um grande banquete no dia em que Isaque foi desmamado. 9 E Sara estava notando que o filho de Agar, a egípcia, que ela dera a Abraão, fazia caçoada. 10 De modo que começou a dizer a Abraão: “Expulsa essa escrava e o filho dela, pois o filho desta escrava não vai ser herdeiro com o meu filho, com Isaque!” 11 Mas o assunto se mostrou muito desagradável a Abraão no que se referia a seu filho. 12 Deus disse então a Abraão: “Não te desagrade nada daquilo que Sara te está dizendo sobre o rapaz e sobre a tua escrava. Escuta a sua voz, pois o que será chamado teu descendente será por intermédio de Isaque. 13 E quanto ao filho da escrava, também farei dele uma nação, por ser teu descendente.”
14 Abraão levantou-se então de manhã cedo e tomou pão e um odre de água, e deu-o a Agar, pondo-o nos ombros dela, e o menino, e então a despediu. E ela foi embora e andou vagueando pelo ermo de Berseba. 15 Por fim se acabou a água no odre e ela lançou o menino debaixo de um dos arbustos. 16 Seguiu então adiante e sentou-se à parte, à distância de cerca de um tiro de flecha, porque dizia: “Não veja eu o menino morrer.” De modo que se assentou à distância e começou a levantar a sua voz e a chorar.
17 Deus ouviu então a voz do rapaz, e o anjo de Deus chamou Agar desde os céus e disse-lhe: “Que tens, Agar? Não tenhas medo, porque Deus tem escutado a voz do rapaz ali onde está. 18 Levanta-te, ergue o rapaz e segura-o com a tua mão, porque hei de fazer dele uma grande nação.” 19 Deus abriu-lhe então os olhos, de modo que avistou um poço de água; e ela foi e começou a encher o odre de água e a dar de beber ao rapaz. 20 E Deus continuou a estar com o rapaz, e ele crescia e morava no ermo, e tornou-se arqueiro. 21 E passou a morar no ermo de Parã, e sua mãe passou a tomar para ele uma esposa da terra do Egito.
22 Ora, sucedeu naquele tempo que Abimeleque, junto com Ficol, chefe do seu exército, disse a Abraão: “Deus está contigo em tudo o que fazes. 23 Portanto, jura-me agora aqui por Deus que não te mostrarás falso para comigo e para com a minha progênie e minha posteridade; que, segundo o amor leal de que usei para contigo, tu tratarás comigo e com a terra em que tens residido como forasteiro.” 24 Portanto, Abraão disse: “Jurarei.”
25 Quando Abraão criticou severamente a Abimeleque com respeito ao poço de água que os servos de Abimeleque tomaram à força, 26 então, Abimeleque disse: “Não sei quem fez esta coisa, nem tampouco tu mesmo me informaste, e eu mesmo não ouvi [falar] disso até hoje.” 27 Abraão tomou então ovelhas e gado vacum, e deu-os a Abimeleque, e ambos passaram a concluir um pacto. 28 Quando Abraão pôs à parte sete cordeiras do rebanho, 29 Abimeleque prosseguiu, dizendo a Abraão: “Qual é o significado destas sete cordeiras que puseste à parte?” 30 Ele disse então: “Hás de aceitar da minha mão as sete cordeiras, para que me sirvam de testemunho de que cavei este poço.” 31 É por isso que ele chamou aquele lugar de Berseba, porque ambos fizeram ali um juramento. 32 E concluíram assim um pacto em Berseba, após o que Abimeleque se levantou, com Ficol, chefe do seu exército, e voltaram para a terra dos filisteus. 33 Plantou depois em Berseba uma tamargueira e invocou ali o nome de Jeová, o Deus que perdura indefinidamente. 34 E Abraão estendeu por muitos dias a sua residência como forasteiro na terra dos filisteus.
Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas


Página inicial | Crenças | Futuro | Medicina | Assuntos | Contate-nos | Publicações | Idiomas | Índice



Copyright © 2006 Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania. All rights reserved.

Gênesis 22:1-24

1 Então, depois dessas coisas, sucedeu que o [verdadeiro] Deus pôs Abraão à prova. Conseqüentemente, disse-lhe: “Abraão!” a que ele disse: “Eis-me aqui!” 2E prosseguiu, dizendo: “Toma, por favor, teu filho, teu único filho a quem tanto amas, Isaque, e faze uma viagem à terra de Moriá e oferece-o ali como oferta queimada num dos montes que te designarei.”

3 Abraão levantou-se, pois, de manhã cedo e selou o seu jumento, e tomou consigo dois dos seus ajudantes e seu filho Isaque; e rachou lenha para a oferta queimada. Levantou-se então e foi viajar para o lugar que o [verdadeiro] Deus lhe designou. 4 Foi só no terceiro dia que Abraão levantou os olhos e começou a ver o lugar à distância. 5 Abraão disse então aos seus ajudantes: “Ficai aqui com o jumento, mas eu e o rapaz queremos ir para lá e adorar, e retornar a vós.”

6 Depois, Abraão tomou a lenha da oferta queimada e a pôs sobre Isaque, seu filho, e tomou na mão o fogo e o cutelo, e ambos seguiram juntos. 7 E Isaque começou a dizer a Abraão, seu pai: “Meu pai!” Ele disse, por sua vez: “Eis-me aqui, meu filho!” Continuou, pois: “Eis o fogo e a lenha, mas onde está o ovídeo para a oferta queimada?” 8 Abraão disse então: “Meu filho, Deus providenciará para si o ovídeo para a oferta queimada.” E ambos prosseguiram andando juntos.

9 Por fim chegaram ao lugar que o [verdadeiro] Deus lhe designara, e Abraão construiu ali um altar e pôs a lenha em ordem, e amarrou Isaque, seu filho, de mãos e pés e o colocou no altar, por cima da lenha. 10 Abraão estendeu então a sua mão e tomou o cutelo para matar seu filho. 11 Mas o anjo de Jeová começou a chamá-lo desde os céus e a dizer: “Abraão, Abraão!” ao que ele respondeu: “Eis-me aqui!” 12 E ele prosseguiu, dizendo: “Não estendas tua mão contra o rapaz e não lhe faças nada, pois agora sei deveras que temes a Deus, visto que não me negaste o teu filho, teu único.” 13 Em vista disso, Abraão levantou os olhos e olhou, e eis que a certa distância diante dele havia um carneiro preso pelos chifres na moita. De modo que Abraão foi e tomou o carneiro, e o ofereceu como oferta queimada em lugar de seu filho. 14 E Abraão começou a chamar aquele lugar pelo nome de Jeová-Jiré. É por isso que se costuma dizer hoje: “No monte de Jeová se providenciará.”

15 E o anjo de Jeová passou a chamar Abraão pela segunda vez, desde os céus, 16e a dizer: “‘Juro deveras por mim mesmo’, é a pronunciação de Jeová, ‘que, pelo fato de que fizeste esta coisa e não me negaste teu filho, teu único, 17seguramente te abençoarei e seguramente multiplicarei o teu descendente como as estrelas dos céus e como os grãos de areia que há à beira do mar; e teu descendente tomará posse do portão dos seus inimigos. 18 E todas as nações da terra hão de abençoar a si mesmas por meio de teu descendente, pelo fato de que escutaste a minha voz.’”

19 Abraão voltou depois aos seus ajudantes, e levantaram-se e foram juntos embora para Berseba; e Abraão continuou morando em Berseba.

20 Ora, depois dessas coisas sucedeu que Abraão recebeu a notícia: “Eis que a própria Milca também deu à luz filhos a Naor, teu irmão: 21 Uz, seu primogênito, e Buz, irmão dele, e Quemuel, pai de Arã, 22 e Quesede, e Hazo, e Pildas, e Jidlafe, e Betuel.” 23 E Betuel tornou-se pai de Rebeca. Estes oito Milca deu à luz a Naor, irmão de Abraão. 24 Havia também a sua concubina, cujo nome era Reumá. Com o tempo, ela mesma também deu à luz Tebá, e Gaã, e Taás e Maacá.

Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas

InícioCapítulo anteriorPróximo capítulo



Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
 
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow: