Aos leitores!

SEJA UM PATROCINADOR DO SITE MANUFOTOS PHOTOGRAPHER: ACEITAMOS DONATIVOS EM QUALQUER VALOR OU QUALQUER UM DESTES AO LADO R$ 0,10 - 0,50 - 1,00 - 10,00 - 100,00 - U$$,

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Tentativas de explicar o começo





                                                                   Imagem http://leandroblamires.zip.net/images/raiosi.jpg





Será que os especialista agora sabem explicar a origem do Universo? Muitos cientistas, não à vontade com idéia de que o Universo possa ter sido criado por uma inteligência superior, especulam que, por meio de algum processo, ele tenha criado a si mesmo do nada. Parece-lhe razoável isso? Tais especulações em geral  envolvem alguma variação de uma teoria ( a do Universo inflacionário) apresentada em 1979 pelo físico Alan Guth.
{ A teoria  da inflação especula o que aconteceu numa fração de segundo após o começo do Universo. Os defensores da inflação sustentam que o Universo inicialmente era submicroscópico e dai  inflacionou (expandiu-se) mais rápido do que a velocidade da luz, uma afirmação que não pode ser testada em laboratório. A teoria da inflação ainda é polêmica}.No entanto, mais recentemente, o Dr. Guth admitiu que sua teoria "não explica como o Universo surgiu do nada" . O Dr. Andrei Linde foi mais explícito num artigo em Scientific American: "Explicar essa singularidade inicial - onde e quando tudo começou - ainda é o problema mais renitente da cosmologia moderna."


                            Tentativa de contar as estrelas

Calcula-se que a galáxia Via-Láctea tenha mais de 100 bilhões de estrelas . Imagine uma enciclopédia que dedicasse uma página a cada uma dessa estrelas -  o Sol e o restante do sistema solar ficariam limitados a uma página. Quantos volumes seriam necessários para incluir todas as estrelas da Via-láctea?

  Com volumes razoavelmente grandes, diz-se que essa enciclopédia não caberia na biblioteca publica de Nova York, com seus 412 quilômetros de espaço nas estantes!

  Quanto tempo levaria para examinar essas páginas? "Folheá-la num ritmo de uma uma página  por segundo  levaria mais de dez mil anos", explica o livro Coming of Age in the Milk Way . No entanto, as  estrelas da nossa galáxia são mera fração do número de estrelas  existentes nos calculadamente 50 bilhões de galáxias no Universo. Se a enciclopédia dedicasse uma página para cada uma dessas estrelas, as bibliotecas do mundo inteiro juntas não teriam espaço suficiente para abrigá-la. " Quanto mais sabemos sobre o Universo", diz o livro,  "tanto mais vemos o quão pouco sabemos". 

                                      Comentários de Jastrow sobre o Começo

    Robert Jastrow, professor de Astronomia e de Geologia na Universidade de Colúmbia (EUA), escreveu: "poucos astrônomos poderiam ter previsto que esse evento - o nascimento súbito do Universo - se tornaria um fato científico comprovado, mas a observação dos céus por meio de telescópios obrigou-os a chegar a essa conclusão."

   Daí ele falou das implicações disso: " A prova astronômica de que [ o Universo teve ] um Começo embaraça os cientistas, pois eles acreditam que todo efeito tem uma causa natural... O astrônomo britânico E. A. Milne escreveu: 'Não podemos fazer suposições sobre como eram as coisas [ no começo]; no ato Divino da criação Deus não teve observadores nem testemunhas.' "
- The Enchanted Loom-Mind in the Universe.

Se os especialistas realmente não sabem explicar a origem nem o desenvolvimento primordial do Universo, não devemos procurar uma explicação em outra parte? De fato, você tem boas razões para considerar evidências que muitos têm despercebido, mas que lhe poderão dar uma boa compreensão desse assunto. Essas evidências incluem as dimensões precisas de quatro forças fundamentais talvez leve alguns a hesitar, pensando: 'Isso é coisa só para os físicos.' Não é. Vale a pena considerar os fatos básicos, pois nos afetam.

                                Regulagem perfeita

As quatro forças  fundamentais atuam tanto na vastidão do cosmos com na infinita pequenez das estruturas atômicas. Sim, tudo ao nosso redor está envolvido.

    Elementos essenciais à vida (especialmente o carbono,o oxigênio e o ferro) não poderiam existir sem a regulagem perfeita entre as quatro forças manifestas no Universo. Já mencionamos uma dessas forças, a força gravitacional. Outra é a  força eletromagnética. Se esta fosse bem mas fraca, os elétrons não seriam mantidos ao redor do núcleo do átomo. 'Seria grave isso? , há quem pergunte. Seria, pois os átomos não poderiam ligar-se para formar moléculas. Inversamente, se essa força fosse bem mais forte, os elétrons ficariam aprisionados no núcleo do átomo. ou seja, não haveria vida, Já nesse aspecto fica claro que a nossa existência e a vida dependem da regulagem perfeita da força eletromagnética.

                                   Quatro forças físicas fundamentais

1. Gravitação:  uma força bem fraca a nível de átomos. Afeta objetos grandes - planetas, estrelas, galáxias.

2. Eletromagnetismo: a força  principal de atração entre prótons e elétrons, permitindo a formação de moléculas. Os relâmpagos são uma das provas de sua força.

3. Forca nuclear forte: a força que liga os prótons e os nêutrons entre si no núcleo de um átomo.

4. Força nuclear fraca: a força que governa a desintegração de elementos radioativos e a eficiente atividade termonuclear do Sol.

  

  E considere a escala cósmica: uma leve diferença na força eletromagnética afetaria o Sol, alterando assim a luz que atinge a Terra,tornando difícil, ou impossível, a fotossíntese nas plantas. Poderia também roubar da água as suas propriedades ímpares, que são vitais para a vida. Mas uma vez, a regulagem perfeita da força eletromagnética torna possível a nossa vida.

 Igualmente vital é a intensidade da força eletromagnética em relação às outras três. Por exemplo, alguns físicos calculam que esta força seja :
10.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000 (10 elevado a potência de 40) de vezes maior do que a da gravidade. Poderia parecer ínfimo acrescentar mais um zero a esse número (10 elevado a potência de 41). Mas isso significaria que a gravidade seria proporcionalmente mais fraca, e o Dr. Reinhard Breuer fala dos resultados disso: "Com  gravidade mais baixa as estrelas seriam menores, e a pressão da gravidade nos seus interiores não elevaria a temperatura o suficiente para ocorrerem as reações de fusão nuclear: o Sol não teria como brilhar." Imagine o que isso significaria para nós!

  E se a gravidade fosse proporcionalmente mais forte, de modo que o número tivesse apenas 39 zeros (10 elevado a potência de 39)? "Com  apenas esse pequeno ajuste", continua Breuer, "uma estrela como o Sol teria a sua expectativa de vida drasticamente reduzida". E há cientistas que acham que a regulagem é ainda mais precisa. 

  De fato, duas qualidades notáveis do Sol e de outras estrelas são eficiência e estabilidade a longo prazo. Veja uma ilustração simples: para funcionar bem, o motor de um carro precisa de uma combinação perfeita de combustível e ar. Engenheiros projetam complexos sistemas mecânicos e computadorizados para aperfeiçoar o desempenho. Se é assim com um simples motor. que dizer das eficientes estrelas de "combustão" como o Sol? As forças principais envolvidas estão reguladas com precisão,viabilizando a vida. Será casual essa precisão? A Jó, da antiguidade, foi feita esta pergunta: "Você conhece as leis que governam o céu e sabe como devem ser aplicadas na terra?" (Jó 38:33, A bíblia na linguagem de Hoje) Nenhum homem conhece. Assim, de onde vem essa precisão? :idea:



Fonte de matéria: livro ( Existe um criador que se importa com você?) http://www.watchtower.org/e/publications/index.htm

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

por que dispensam um criador!



Ao longo dos séculos ,muitos procuraram resposta na religião. Depois que Gautama (Buda) contemplou um enfermo,um idoso e um cadáver, ele buscou iluminação (ou sentido ) na religião, mas sem crer num Deus pessoal.Outros têm recorrido à sua própria religião.

E as pessoas hoje em dia? Muitas enfocam a sua atenção na ciência, descartando a religião e "Deus" como irrelevantes."quanto mais a ciência progride",diz o livro Religion and Atheism, "tanto menos espaço parece sobrar para Deus. Deus virou um Expatriado".

Na verdade, a tendência de descartar a religião ou a Deus tem raízes em filosofias de homens que deram ênfase à razão pura e simples.Charles Darwin achava que o conceito de "seleção natural" explicava melhor o mundo natural do que o da existência de um Criador.Sigmund Freud ensinou que Deus era uma ilusão. e o conceito de que ' Deus está morto' vem desde os dias de Friedrich Nietzsche. As filosofias orientais são similares.Mestres do budismo afirmam não ser necessário saber sobre Deus.Quanto ao xintoísmo, o professor Tetsuo Yamaori disse que "os deuses são meros seres humanos".
Assim, muito cientistas e leigos acham que está faltando alguma coisa. As teorias científicas talvez tentem explicar como a vida começou. mas  as questões-chaves giram em torno de por que começou.Isso afeta até mesmo pessoas criadas num meio em que se acredita num Criador. Disse certa certa jovem européia, Estudante de História: " Para mim, Deus está morto.
Se  realmente existisse, não haveria tanta baderna no mundo: inocente passando fome,espécies de animais em extinção...A idéia de um Criador é absurda." Em vista das condições na terra, muitos não conseguem entender por que um Criador - caso Exista - não  as melhora.

No entanto, temos de admitir que muitos negam a existência de um Criador porque  não desejam crer."mesmo que Deus me dissesse pessoalmente que preciso mudar a minha vida,disse um industrial europeu ao seu empregado, "ainda assim, eu não mudaria.Quero viver do jeito  que eu gosto". É obvio que alguns acham que aceitar a autoridade de um Criador conflitaria com a sua liberdade ou com o estilo de vida que preferem. Talvez proclamem: 'Só creio no que vejo, e não vejo nenhum Criador invisível!'

Convidamos a todos os de mente aberta a considerar esse assunto.O livro (Belif in God and Intellectual Honesty) observa que a pessoa de "honestidade intelectual" caracteriza-se pela "prontidão de escrutinar o que acredita ser verdadeiro" e por  "prestar suficiente atenção a outras evidências disponíveis".

No assunto em pauta, essas "evidencias disponíveis" podem ajudar-nos a ver se existe, ou não , um Criador da vida e do Universo. E, se existe um Criador, como seria Ele? Teria o criador uma personalidade que se relacionasse com a nossa vida? Considerarmos isso poderá lançar luz sobre como torna a nossa vida mais  significativa e recompensadora.


                                         Evidencias apontam para um começo

  Todas a estrelas que vemos estão na Via-Láctea. Até os anos 20, esta parecia ser a única galáxia Existente. Mas provavelmente você sabe que em observações posteriores,com telescópios maiores, ficou provado que isso não é assim. O Universo contém pelo menos 50 bilhões de galáxias.Não são 50 bilhões de estrelas,mas pelo menos 50 bilhões de galáxias,cada qual  com bilhões de estrelas semelhantes ao Sol, Mas não foi a quantidade estonteante de enormes galáxias que abalou as crenças científicas nos anos 20. Foi o fato estarem todas em movimento. 

  Os astrônomos descobriram um fato notável: quando  passaram luz galáctica através de um prisma, observou-se um 'esticamento' nas ondas luminosas, indicando que se afastavam de nós a grande velocidade.Quanto mais distante a galáxia, tanto mais rapidamente parecia afastar-se. Isso
indica um Universo em expansão. (Em 1995, os cientista notaram o comportamento estrnho da estrela mais distante "SN 1995K" já observada, que estava explodindo na sua galáxia. Como  as supernovas em galáxias vizinhas, essa estrela tornou-se  bem brilhante e dai , lentamente, foi perdendo brilho, porém num periodo mais longo do que jamais detectado antes. A revista New Scientist pôs isso  num gráfico e explicou: " O traçado da curva luminosa...está  esticado no tempo por  exatamente a quantidade esperada se a galáxia se distanciasse de nós a aproximadamente metade da velocidade da luz ." A conclusão? Esta é a melhor evidencia até agora de que o universo realmente está  se expandindo).

    Mesmo sem sermos astrônomos profissionais ou amadorespodemos ver que um Universo em expansão teria profundas implicações no nosso passado - e talvez também no futuro pessoal. Alguma coisa forçosamente desencadeou esse processo - uma força suficientemente poderosa para vencer a imensa gravidade do Universo inteiro. É válido perguntar? Ainda que para a maioria dos cientistas o Universo tenha tido um começo bem pequeno e denso(uma singularidade), " Se em algum ponto no passado o Universo estava confinado a um estado singular de tamanho infinitamente pequeno e de infinita densidade,temos de perguntar o que havia ali antes e o que havia fora do Universo...Temos de encarar o problema de um Começo." -  Sir Bernard Lowell.

  Isso envolve mais do que apenas uma fonte de vasta energia. Requer também previsão e inteligência, pois o ritmo de expansão parece estar ajustado com grande precisão. "Se o Universo tivesse  se expandido uma trilionésima parte mais rápido", disse Lowell , "toda a matéria no Universo já estaria dispersa agora.... E se tivesse sido uma trilionésima parte mais lento, as forças gravitacionais teriam arruinado o Universo mais ou menos dentro de primeiro trilhão de anos de existência. De novo não haveria estrelas de longa vida nem a própria vida". 

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

De onde surgiu o Homem?




Respondendo a uma  discussão no "Clube dos Céticos", o tema era as contradições da Biblia!

Resolvir expressar a minha opinião abaixo!


Olá sou novo aqui, meu codinome é Manufotos, saudo a todos.

Só gostaria de expressar uma coisa, qual é a razão de nos preocuparmos tanto com contradições da Biblia.
Afinal qual entre vós sabe o que é a verdade, ou por que ela existe? ou até mesmo por que existe tantas contradições nos assuntos de nós reles mortais.
Todo ou qualquer conhecimento que adquirimos ou nos foi ensinado ou aprendemos automaticamente em livros ou por observação da natureza existente no nosso planeta e universo.Mas esclareçam-me a quem pertence a razão da verdade, está nos cientistas e pesquisadores,está nos religiosos,está nos ateus ,nos agnosticos,nos céticos,em nós homens,quem verdadeiramente pode explicar tão claramente sem duvidas ou contradições de onde viemos ,por que estamos aqui,para onde vamos?

Observo atenta-mente que cientistas, por não conseguirem entenderem ou até mesmo possuir respostas a estas perguntas, criaram diversas teorias como a do big bem,evolução das espécies e até ao próprio acaso. É o que acontece na maioria das vezes, em que não queremos admitir que a nossa mente, não consegue entender plenamente os segredos do universo,até por que quando nascemos encontramos tudo pronto para uso,e ainda com instrutores ,para o  caso de termos dificuldades para entender alguma coisa.

Por que acreditar que há milhares e milhares de anos , sabe-se lá por que onde nada existia, e do nada houve uma grande explosão,de onde do nada surgiu num instante imensas quantidades de matérias, e  as mesmas sabe-se lá por que resolveram se unir em elétrons e nêutrons quarks e etc... formaram átomos ,que se uniram e formaram moléculas,depois em elementos,e passaram a unir-se novamente e formaram estrelas,planetas, asteróides,cometas,raios cósmicos,buracos negros,matéria negra, enfim ufa o universo infinito e progressivo.

Ou depois de todo esse caos uma certa sopa de dna que foi formada sabe-se lá como formou as primeiras células, tecidos vivos, que se uniram partindo de uma unica célula que se dividiu e passou a formar bactérias, protozoário, vírus,e dai passaram a evoluir e se tornaram a grande bio-diversidade existente no planeta terra.

Sendo que um desses seres um simio ou macaco, sabe-se lá por que após milhares de anos sendo macaco ou simio resolveu fazer um upgrade e se transformou no homem sapiens,que resolveu se tornar o homem atual Ufa !

E tudo isso graças ao caos chamado acaso?

O que vejo em toda essas teorias, por mais que as usem para se desviar de uma criação orientada, é que todas elas seguem um padrão que remete a um principio,uma ordem,uma organização,ou uma força superior com existência superior. De onde tudo se origina.

E a essa força podemos chama-la como quiser, acaso ,big bem,evolução,criação,mas tudo ou qualquer explicação nos leva a único ponto,aquilo que não podemos explicar nos causa medo ,temor,angustia, ignorância,e é dai que surgem a grande obra prima humana a imaginação e com ela podemos fugir de uma verdade que não entendemos plenamente, e fugir para uma novinha em folha criada por nós mesmos, e da qual não podemos refutar,e nos consolamos com isso.

E com a imaginação criamos varios devaneios, como vida em outro planeta,em outro plano de existência,no inferno,na reencarnação,como espíritos,não importa qualquer coisa em que acreditemos que apesar da nossa morte eminente,quando nos é tirado o fôlego de vida,ainda assim podemos ser eterno em nossos devaneios intelectuais que nós mesmos criamos.

E com o ego carregado desse poder passamos combater o que não entendemos e passamos a procurar cabelo em ovos,ou na água!

O homem é contraditório, há historia é contraditória, tudo que vem do homem é contraditório, não seria nada anormal haver contradições em um conjunto de livros inspirados por Deus , mas que em sua infinita misericórdia que homens falhos e pecadores a escrevessem, dai não seria difícil encontrar contradições,afinal todo homem é mentiroso,sendo apenas Deus aquele que não pode mentir.

E por mais que não queiramos admitir,quando estamos no nosso leito de morte,em que vamos implorar por misericórdia? ao próprio homem,os cientistas,os religiosos,o acaso, o big bem, afinal a unica verdade inrefutavel que conheço é que todo tipo de vida um dia morre e volta ao seu pó, mas a terra que nos recebe de braços abertos parece ser imortal e eterna,pois ela insiste em continuar aqui e o no universo, mas quanto a nós só nos resta chorar pelo morto ou morta.
Ocorreu um erro neste gadget
 
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow: